Assinatura RSS

Vermelho

Publicado em

Rosas. Vermelhas. Rosas vermelhas fitadas por um olhar marrom distante, que via no vermelho a vida correndo. Vermelho de sangue, pulsante e quente. Quando a vida se acaba o vermelho vai deixando o corpo, lentamente e lamenta o frio. Vermelho nas flores, cabelos e unhas. Puro, alaranjado, escuro. Vinho caindo na taça. Sempre tinto, geralmente suave. Acende-se a luz, para-se. Vermelho que detêm, vermelho que pune. Em caso de emergência, aperte o botão. Na música, um homem pede que ela não ligue a luz. É cor, sabor, ideia, sugestão. É vermelho.

Anúncios

Sobre Gerlaine

umaspalavras.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: