Assinatura RSS

Arquivo do mês: maio 2011

Vivos olhos

Publicado em

Seus olhos no escuro que choram silêncio
me contam em lágrimas amores ausêntes.
Parecem filetes de amor escorrendo
por essa sua face que é sempre tão quente.

Seus olhos fechados tão perto de mim,
que não me pertencem, mas chamo de meus.
São esses teus olhos tão feitos de sonhos
e quando me olham espelham os meus.

Anúncios

Ao lado

Publicado em

Tentou deixar passar, mas não consiguia reduzir o ritmo dos passos.