Assinatura RSS

Íris

Publicado em

Os olhos fechados,
escondendo as lágrimas,
escondendo a dor,
escondem também o verde.

Verde que não compreende
e nem se faz compreender.
Verde dito de esperança,
mas que não há encontra.

É verde perdido na face,
que agora se esconde
por trás dos olhos
cerrados.

Verdes, dois em tua face.
Verde, que te quero como?
Quero nas nuances de tua íris
que me custa recordar.

Anúncios

Sobre Gerlaine

umaspalavras.wordpress.com

Uma resposta »

  1. Adorei. Talvez porque os olhos me fascinem nas pessoas. Olhar para os olhos de alguém já é sentir a poesia da alma. São versos tão simples, frágeis, de uma intensidade franca. Lindo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: