Assinatura RSS

Verde calma

Publicado em

Um par de olhos verdes
e o mundo ganha novas cores.
Um sorriso pequeno
e a alma se esquece das dores,
um instante e poucas palavras
é tudo o que basta.
É a receita do início
de todo o meu sentir.

Desvio o olhar,
nunca de ti,
só do reflexo dos meus.
Sorrio ao seu sorrir,
mas não lhe deixo perceber.
Busco-te a cada instante,
pois só sei ter calma
quando enxergo em minha frente
o verde desses teus olhos
e a luz desse teu sorriso.

Encontre meus olhos
antes que eles se desviem.
Veja o meu sorriso
antes que ele se disfarce.
Perceba o que há nisso tudo
mesmo que não lhe agrade.
Entende a calma ansiosa de minh’alma
antes que ela se desmorone outra vez.

Anúncios

Sobre Gerlaine

umaspalavras.wordpress.com

»

  1. Essa calma ansiosa, esse verde é tudo o que faz refletir as cores e os corais da verdadeira poesia. Essa coisa sem nunvens nem chuva que faça descer sobre nós aquilo que queremos… Porque, em verdade, não queremos nada e, quando queremos, não sabemos o objeto da nossa vontade. É duro não ser o sujeito determinante de nada, mas é justo!

    Responder
  2. *nunvens* = nuvens… :p

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: